O Nosso território

Caracterização do Território

A Terra Quente Transmontana (TQT) é uma região de transição entre o Alto-Trás-os-Montes (a Terra Fria e o Alto Tâmega) e o Douro, marcada pelos vales dos rios Sabor e Tua que correm encaixados para o Douro, e por fossas tectónicas, de Mirandela e da Vilariça, sendo os acidentes de relevo de maior destaque as Serras de Bornes e dos Passos.

A TQT tem caraterísticas climáticas próprias, com verões muito quentes e secos e invernos rigorosos, que determinam um coberto vegetal e culturas de tipo mediterrânico. Os solos são maioritariamente xistosos com baixo teor de matéria orgânica, a agricultura praticada é dominantemente familiar e de minifúndio (castanha, hortícolas, azeitona, uva, cereja, maçã, amêndoa,…) relevando-se, no entanto, algumas explorações de natureza empresarial, nomeadamente na área da olivicultura, fruticultura e viticultura.

Apresenta uma grande diversidade ambiental e paisagística de rara beleza, com destaque para os vales do Sabor, do Tua e da Albufeira do Azibo e conta com um conjunto de áreas classificadas pertencentes à rede Nacional de Áreas Protegidas, como a Albufeira do Azibo e os Parques Regionais Naturais do Tua e do Baixo Sabor, este último em fase de constituição, e ainda os Sítios de Interesse Comunitário (SIC), de Morais e do Romeu, que integram a Rede Natura 2000. Uma parte do concelho de Carrazeda de Ansiães integra o Douro Património da Humanidade, classificado pela UNESCO em 2001, em reconhecimento do caráter único e excecional do território e da paisagem trabalhada pelo homem.

Possui um relevante património geológico com rochas de um antigo oceano e de um antigo continente, com cerca de 500 milhões de anos, constituindo elementos importantes para a compreensão da história do nosso planeta. Existem cerca de 42 Geossítios identificados que integram o Geopark Terras de Cavaleiros, em Macedo de Cavaleiros.

É rica em património cultural, material e imaterial, ainda relativamente preservado, que revela o conjunto de usos e costumes ancestrais no seio das respetivas comunidades. A região apresenta também uma memória da cultura judaica que, à semelhança de outros pontos do interior do País, constitui um património relevante que importa preservar e divulgar.

Por todo o território existem vestígios arqueológicos, ricos e diversos, que remontam ao período da pré-história e ilustram as diferentes ocupações que a região conheceu ao longo dos séculos. Em matéria de património arquitetónico civil destaque quer para a arquitetura popular com conjuntos edificados de construções tradicionais utilizando materiais locais adaptados às condições climáticas e ambientais da região, quer para as casas senhoriais dispersas pelo território chamadas de “casas grandes”.

Referência também para o artesanato rico e diversificado (cestaria, tanoaria, tecelagem), e para as festividades tradicionais de que a Festa dos Caretos, em Podence, é a mais relevante.
O território de atuação ocupa a área total de 2.225,11 Km², é composto pelos concelhos de Alfandega da Fé, Carrazeda de Ansiães, Macedo de Cavaleiros, Mirandela e Vila Flor, no distrito de Bragança, insere-se na NUTIII Alto Trás-os-Montes, com a exceção de Carrazeda de Ansiães que se insere na NUTIII Douro.

PRODUTOS E GASTRONOMIA

A Terra Quente Transmontana possui uma gastronomia rica e
diversificada, confeccionada com produtos de grande qualidade.

Azeite de Trás-os-Montes

Com certificação de qualidade – Denominação de Origem Protegida – de origens ancestrais e que assumimos como o melhor e único.

Cabrito Transmontano

Com certificação de qualidade – Denominação de Origem Protegida – alimentado à base de vegetação espontânea e abatido com 60 dias.

Alheira de Mirandela

Com menção honrosa – Especialidade Tradicional garantida – feita à base de um pão de mistura de trigo e carnes de porco e aves e regada com azeite.

Couve Penca

Tradicionalmente consumida na ceia de Natal, é um produto hortícola muito apreciado a nível nacional e que abastece os mercados dos grandes centros urbanos nacionais na época natalícia. Tem todos os anos uma feira dedicada ao produto na aldeia de Carvalhais, concelho de Mirandela.

Queijo puro de ovelha

Com certificação de qualidade – Denominação de Origem Protegida – feito de leite de ovelha da raça Churra da Terra Quente, temos o Queijo Terrincho e o Queijo Terrincho Velho. O Queijo de Cabra Transmontano com certificação de qualidade – Denominação de Origem Protegida – de fabrico artesanal com dois meses de maturação.

Reconhecidos e apreciados são também os enchidos tradicionais confeccionados artesanalmente.

Ervas Aromáticas

As ervas aromáticas abundam em toda a Terra Quente Transmontana. Alfazema, carqueja, alecrim, tomilho, orégãos, salva e hortelã são as mais fáceis de encontrar e são geralmente utilizadas para decoração, chás e temperos culinários.